“LA ANTENA” ( “LA ANTENA” / “THE AERIAL” ) Esteban Sapir (2007) ARGENTINA

E eis que da Argentina de repente me cai em cima um dos melhores filmes scifi em estilo retro que alguma vez vi.

LA ANTENA_01

Não fosse agora a pirataria e eu jamais teria tido conhecimento de que um filme como [“LA ANTENA”] alguma vez teria existido. Quanto muito teria passado num FantasPorto, porque estamos na presença de uma história em estilo retro-vintage dentro da própria ficção científica, mas como eu estou no Algarve para mim poderia ser exibido em Marte pois cinema assim continua a não chegar às salas de província, muito menos nesta época onde o público apenas pensa que quer ver aquilo que os programas de capital Hollywoodesco investido nas nossas TVs afirmam todas as semanas que será o filme da moda que toda a gente deverá consumir por entre colas e baldes de milho.

LA ANTENA_63 LA ANTENA_33

ANTENAS PIRATAS

Portanto se a pirataria prejudica o negócio eu não sei, pois quando muito poderá prejudicar o negócio das multinacionais em Hollywood que produzem o enlatado da semana. 
Só pela minha parte eu já comprei mais dvd e blurays legais de cinema independente devido à pirataria do que alguma vez teria comprado se não tivesse tido oportunidade de conhecer os filmes antes, pois cinema como [“LA ANTENA”] jamais me teria chegado aos olhos não fora sites de download com conteúdo duvidoso como por exemplo o excelente blog “My Duck Is Dead”; espaço manhoso onde ontem me deparei com este incrível filme Argentino que apesar de já ter sido filmado em 2004 e lançado em 2007 eu nunca tinha ouvido falar.

LA ANTENA_41 LA ANTENA_39

A única razão porque ainda não comprei já este filme é porque até em DVD actualmente é um título raro e muito caro de se obter. E infelizmente ainda nem existe em Bluray sequer o que é quase imperdoável tendo em conta todo o material visual que há nesta aventura scifi vintage para mostrar em alta definição.

LA ANTENA_60 LA ANTENA_45

Há umas décadas atrás no final da época gloriosa dos clubes de video e do VHS eu prácticamente tinha deixado de ver cinema como vira até então por uma simples razão. Essencialmente o mercado estava estagnado em termos de novas ofertas pois chegou uma altura em que o que os clubes de video praticamente apenas adquiriam os grandes sucessos de Hollywood e pouco mais. 
O típico clube de video que inicialmente era perfeito para descobrirmos títulos que nunca teríamos hipótese de ver em cinema ( onde descobri por exemplo “THE BIG BLUE ), passou a ser aquele sitio em que as pessoas iam alugar o que tinham visto no cinema. Isto para lá dos pornos e dos ninjas americanos parte 720 que infestavam o direct-to-vhs nessa época; e mesmo esses foram ficando mais raros à medida que os clubes de video em Portugal se transformaram essencialmente em montras de Hollywood.
Por um lado porque era o que o público que nessa época começava a ficar totalmente americanizado em termos de blockbusters queria alugar, por outro porque as próprias editoras deixaram de importar material que não fosse imediatamente reconhecível e rentável instantaneamente.

LA ANTENA_44 LA ANTENA_27

Por isso durante anos, se alguém como eu quisesse ver cinema, essencialmente ou via o que Hollywood impingia nos shoppings que estavam a começar a surgir ou não via nada a não ser o que já tinha em casa em termos de filmes de referência.
Foi preciso o aparecimento e o desenvolvimento da Internet para que de repente espectadores como eu deixassem novamente de estar dependentes do que Hollywood queria vender em Portugal e tudo graças à famigerada pirataria.
O que me traz de volta a este incrível filme Argentino que descobri totalmente por acaso.

LA ANTENA_09 LA ANTENA_08

CIDADE ESCURA

[“LA ANTENA”] é um dos melhores e mais originais filmes de fantasia que alguma vez me passaram pela frente. E apesar de inevitavelmente este ser imediatamente relegado para o canto do chamado cinema-de-autor a verdade é que se pensarmos nisso como algo negativo, chato e elitista desta vez estaremos totalmente enganados.
[“LA ANTENA”] pode ter um visual único e muito estranho ao início mas mal entramos pela sua história a dentro e principalmente mal ficamos fascinados pelo seu estilo visual este revela-se na verdade tão divertido quanto por exemplo “DARK CITY” com o qual tem imensas semelhanças no estilo Noir.

LA ANTENA_05 LA ANTENA_43

Aliás, [“LA ANTENA”] se não tiverem medo de filmes a preto e branco, irá agradar sem sombra de dúvida a todos aqueles que curtiram a atmosfera noir de “DARK CITY” sem a menor sombra de dúvida. Com a vantagem de que esta hipnótica história vai ainda mais longe.
 Na verdade já puxei pela cabeça mas não me consigo lembrar de mais nada em termos de comparação visual do que o mítico “CITIZEN KANE” de Orson Wells tão lambuzado pela crítica iluminada durante décadas com o rótulo de melhor filme de todos os tempos.

LA ANTENA_47 LA ANTENA_59

Ora se “CITIZEN KANE” pode ser considerado realmente como um dos grandes filmes de sempre, talvez mesmo o melhor pela sua inovação visual na altura em que foi feito, quanto a mim [“LA ANTENA”] está precisamente no mesmo patamar agora em termos contemporâneos mas talvez por um motivo inverso. Não inova tecnicamente mas dá continuidade a uma linguagem visual fantástica e carregada de ideias inesquecíveis que ainda não tinha visto num écran.

LA ANTENA_61 LA ANTENA_25

Para além disso homenageia um monte de cenas clássicas que só a malta mais cinéfila irá curtir mas que estão lá para descobrirmos. Desde Metrópolis até Viagem à Lua de Mélies tudo entra nesta estranha história que sabe-se lá como resulta plenamente e nem precisa de ser uma história falada para funcionar sequer. Isto porque [“LA ANTENA”] na sua essência é um estranho híbrido entre “filme normal” e cinema mudo clássico da altura do expressionismo Alemão. Mas não se assustem.
Pode parecer uma escolha estranha mas aqui tem toda a lógica pois a própria história desta aventura depende por completo deste formato e é uma das melhores coisas do filme logo desde o início.

LA ANTENA_22 LA ANTENA_58

TERRY JEUNET PROYAS LANG MURNAU SAPIR

[“LA ANTENA”] é o filme que Terry Gilliam e Jean Pierre Jeunet teriam feito em conjunto se tivessem colaborado num projecto que homenageasse as origens do cinema mudo, muito em particular os estilo expressionista Alemão do inicio do sec passado com Fritz Lang ou Murnau; sem esquecer uma pitada de George Méliers.
 Acontece apenas que [“LA ANTENA”] foi rodado pelo Argentino Esteban Sapir; um nome a ter em conta a partir de agora pois criou realmente algo inesquecível.

LA ANTENA_07 LA ANTENA_62

Todas essas referências depois intercaladas com a estrutura moderna de um Alex Proyas em “DARK CITY” fazem com que um filme aparentemente tão artístico e visualmente complexo quanto [“LA ANTENA”] tenha no entanto mantido um estilo tão moderno, dinâmico e quase de Blockbuster em certas alturas dentro de um certo contexto é claro. [“LA ANTENA”] faz também lembrar de certa forma o estilo de cinema digital que “SKY CAPTAIN AND THE WORLD OF TOMORROW” utilizou para conseguir um efeito-homenagem semelhante e como tal se gostaram dessa aventura retro deverão espreitar com toda a certeza agora este título Argentino único pois vai beber à mesma fonte.

LA ANTENA_48 LA ANTENA_11

Para lá de uma metáfora sobre repressão política, silêncio, fascismo e tudo o mais que só poderia ter sido inspirado pela própria história política da Argentina, [“LA ANTENA”] não se esquece de ser um grande conto de fadas moderno, uma história de fantasia surreal e no fundo um grande exemplo de como ainda há originalidade no próprio cinema de aventuras. Mesmo que essa originalidade depois lhe custe algum público também por culpa da critica iluminada que imediatamente lhe atribui estatuto de cinema de autor que afasta as massas e é pena pois [“LA ANTENA”] é tudo menos uma seca pretensiosa e tem muito para agradar a mais gente do que apenas ao pessoal que curtiu “DARK CITY” ou gosta do estilo de cinema de Jean Pierre Jeunet ou Terry Gilliam.
 [“LA ANTENA”] parece muito complexo visualmente mas em termos de história é até bastante mais apelativo do que o cinema mais hermético semelhante.

LA ANTENA_16 LA ANTENA_29

Visualmente também lembra bastante o excelente “THE WHISPERING STAR” mas felizmente neste caso em termos de narrativa a coisa é muito mais ligeira e divertida de acompanharmos do que nesse outro pequeno grande filme de culto japonês bem mais … erudito…
E se gostaram do clássico “THINGS TO COME“, também irão divertir-se bastante com [“LA ANTENA”] pela sua estética.

LA ANTENA_40 LA ANTENA_46

Se calhar bem vistas as coisas a única razão porque no nosso mundo este filme só pode mesmo ser considerado um titulo de cinema-de-autor é porque [“LA ANTENA”] não é um filme distribuído por Hollywood e nem sequer é uma produção americana, logo para certos tipos de públicos isto será “um filme em estrangeiro” e como tal só pode ser um treta para intelectuais.
Não é.
É um dos títulos de Fantasia e Ficção-científica retro mais fascinantes e hipnóticos que poderão descobrir no mercado.

LA ANTENA_36 LA ANTENA_51

GRAPHIC NOVEL

[“LA ANTENA”] consegue também uma coisa que eu ainda não tinha visto ser tão bem sucedida em cinema. O que não faltam por aí são tentativas do cinema se colar ao estilo da banda-desenhada, neste caso da graphic-novel. Algumas por demais evidentes como “SIN CITY” por exemplo que resultam no entanto a um nível talvez até demasiado intensivo e in-your-face por demasia .
[“LA ANTENA”] embora muito mais contido é uma verdadeira banda-desenhada em movimento , ( a fazer lembrar o trabalho do ilustrador Shaun Tan ) até porque 99% dos diálogos que contém aparecem na história como vinhetas de texto e isto tem uma razão totalmente lógica de ser assim.

LA ANTENA_30 LA ANTENA_03

[“LA ANTENA”] conta a história de uma cidade onde todas as vozes foram roubadas e o silêncio abunda excepto quando o homem mais poderoso do local que controla o único canal de tv daquele mundo transmite um interpretação vocal da única pessoa que continuou a manter a sua voz intacta; embora esta pessoa raramente a possa usar para uso pessoal pois o som tornou-se ilegal.
Como tal toda a população comunica ou através da leitura de lábios ou projectando legendas como se fossem balões de uma graphic novel.
Isto parece algo ilógico e até ridículo mas acreditem-me no universo imaginado por [“LA ANTENA”] a coisa resulta de uma forma tal que logo nos habituamos a esta narrativa original, até porque visualmente as legendas fazem parte de tudo aquilo que é visualmente extraordinário neste filme de Fantasia; que em certas alturas mais do que “DARK CITY” tem um enorme sabor a “CITY OF THE LOST CHILDREN/LA CITÉE DES ENFANTS PERDUS” também. Tanto pela estética algo steampunk como pelas interpretações das crianças que são excelentes.

LA ANTENA_38 LA ANTENA_14

A única coisa que pode acabar com o poder do magnata da comunicação que governa esta cidade silenciosa seria o retorno do som àquele mundo. Acontece que cantora tem um segredo. Um filho que é cego e como tal não pode ler as legendas mas também consegue comunicar por voz. Tudo muda quando uma encomenda destinada à sua casa vai parar nas mãos da sua pequena vizinha que mora no prédio ao lado.
Por entre raptos, assassinatos, perseguições, viagens pelo ar e tudo o mais que nem imaginam [“LA ANTENA”] dá-nos uma verdadeira viagem mágica por um tipo de universo que ainda não tínhamos visto feito de forma tão ligeira e tão criativa mas onde as influências de Orson Wells e até David Lynch são evidentes a todo o instante.
Uma aventura simples num mundo de fantasia sci-fi retro totalmente mágico.

——————————————————————————————————

CLASSIFICAÇÃO

Isto começa a tornar-se rotina mas vou ter que abrir nova excepção na minha classificação e rebentar mais uma vez com a minha própria escala pela simples razão de que este é também um daqueles filmes de que eu não estava nada à espera que existisse nos moldes em que está produzido.

LA ANTENA_12 LA ANTENA_02

[“LA ANTENA”] é o tipo de filme que de repente nos dá aquela garantia de que se calhar o Cinema ainda está vivo para lá de Hollywood. É o filme perfeito para todos aqueles que passam a vida a dizer que já não há histórias originais no Cinema e um dos títulos de ficção-científica/fantasia em estilo vintage-retro mais cativantes dos últimos anos.

Cinco Planetas Saturno e DOIS Gold Awards

     

Um visual retro fantástico, bons personagens, história dinâmica e o cruzamento entre cinema live-action , stop-motion animation e animação tradicional mais perfeito que já vi em filmes com este tipo de propostas visuais. Uma verdadeira obra prima que infelizmente por estar disponível já no Youtube irá ser visto por 99% das pessoas num simples ecran de computador e irá perder todo o impacto quando este filme deveria ser visto às escuras no maior televisor possível noite dentro para melhor efeito.

A favor: tudo.

Contra: nada. A não ser talvez que a história pedia uma conclusão mais precisa sobre o destino dos personagens depois de termos investido tanto neles em termos de empatia ao longo da aventura. Porque é que este Cinema nunca chega a Portugal nem sequer em dvd ?!!

——————————————————————————————————

NOTAS ADICIONAIS

TRAILER

 

——————————————————————————————————

FILME COMPLETO NO YOUTUBE
(Espero que não vejam isto apenas no computador mas sim numa TV… E não se ponham a espreitar o filme antes. Este é para ver do príncipio sem saber o que vai aparecer a seguir pois faz parte da sua magia. Não queiram saber ao que vão.)
Façam o download disto e vejam numa televisão a sério.


Também podem ir buscar este filme AQUI.

——————————————————————————————————

IMDb

LA ANTENA_64

http://www.imdb.com/title/tt0454065

—————————————————————————————————

Se gostou deste, poderá gostar de:

capinha_alien-trespass capinha_imaginaerum capinha_franklyn capinha_UPSIDEDOWN.jpg capinha-skycaptain capinha_whispering star.jpg capinha_things-to-come capinha_DARK CITY.jpg

—————————————————————————————————

 

 

3 thoughts on ““LA ANTENA” ( “LA ANTENA” / “THE AERIAL” ) Esteban Sapir (2007) ARGENTINA

  1. Olá! Sou o Zé do Fórum DVD Mania (o gajo que gosta de sci-fi e cinema soviético), descobri este blog no facebook do fórum e já estou a ver o filme da Antena no You Tube e a adorar.

    Como é que tu não partilhas estas preciosidades no fórum?

    Se és lá membro, nem estou a ver quem sejas assim de repente, mas este filme é muito bom e tens de partilhar a tua análise no fórum.

    Gostar

    • Alô Zé, eu no DVD Mania quase que faço parte da mobilia. Há anos eu era bastante activo no forum e formei bastantes amizades por la que ainda duram. Sou o gajo que ha uns dez anos colocou por la o topico sobre Marte que gerou montes de movimento por la e partcipava activamente. No DVD Mania sou o “Alquimista”.
      Deixei de participar ha anos porque estive envolvido em sérios problemas com a doença de Alzheimer dos meus pais e que coincidiu com o facto de ter tambem perdido o meu emprego na altura o que gerou imensas mudanças na minha vida. Entretanto surgiu o facebook, comecei a fazer ilustraçao em fulltime ,(casei) e o tempo é escasso para entrar em discussoes cinéfilas. Ja me basta o face. Ja tentei voltar ao forum mas não tem sido possivel pois raramente tenho tempo para postar o que quer que seja e muito menos participar em discussoes.
      Criei o blog precisamente para recomendar filmes sem precisar de “perder tempo” a entrar em disucussoes que seriam sempre inevitaveis se metesse apenas os filmes no forum, pois eu depois tinha mesmo vontade de responder aos dialogos e com isso nao conseguiria concentrar-me no trabalho. 😉
      O meu site de marte tambem serviu para expandir o topico original no DVD Mania de forma a que eu nao tivesse de entrar em dialogos constantes tambem. Isto da internet é o pior inimigo do ilustrador profissional pois se entramos em discussoes online podemos perder dias inteiros de trabalho e depois nao ha salario.
      Por isso “saí” do DVD Mania temporariamente ( embora eu ainda deva muito a certas pessoas de la que me ajudaram imenso durante o tempo das dificuldades com o alzheimer dos meus pais ).
      De qualquer forma o DVD Mania para mim será sempre importante e tento postar no FB relacionado aquilo que vou descobrindo e postando no blog.
      Por isso esta a vontade para sacares o que achares interessante das minhas recomendaçoes no blog e postares no DVD Mania. Até agradeço. 🙂

      Gostar

      • Muito bem!

        Irei mesmo partilhar informação do teu blog no Fórum DVD Mania e lançar a discussão por lá de filmes como este (à medida que os vejo). Quando o fizer também partilho aqui o link para o tópico do filme.

        Este é mesmo o estilo de filmes originais de que eu gosto, e se não fosses tu, eu não fazia ideia de que este filme existia, e olha que eu regularmente consulto listas muito grandes de sci-fi independente.

        Continuação de bom trabalho,

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s