“ORBITA 9” (“ORBITER 9” / “ÓRBITA 9”) Hatem Khraiche (2017) Espanha

[“ORBITA 9“] é o tipo de cinema de ficção científica que se podia perfeitamente fazer também em Portugal se não fossemos um país de pseudo intelectuais de merda que se limitam a rodar instalações artísticas para festivais de cinema herméticos que ninguém vê, cinema Lisboeta sobre os meandros -da Night– na capital ( versão putas e drogados na sarjeta ou sobre as aventuras de meninas-bem estilo novela tuga da Sic/TVi em clubs Fashion ). Também temos cinema pseudo-significativo sobre a nacionalidade Tuga com sequências em que se declama profunda poesia ou se assiste a takes de dez minutos sobre o sentido da Portugalidade imensa enquanto a relva cresce em tempo real.
E portanto bom cinema simplesmente mainstream sem pretenções a mais nada a não ser contar uma boa história como [“ORBITA 9“] só poderia mesmo ter vindo de Espanha.
Mais uma vez.

poster1

Sim, porque um título como [“ORBITA 9“] cá pelo burgo será inevitavelmente sempre desprezado pela crítica iluminada ou pelo típico realizador tuga armado em “Autor” no perpétuo ciclo Português, que faz com que regra geral, ( salvo um par de raras e corajosas excepções regionais ) continuemos a não passar do mesmo cinematograficamente; produzindo “obras” rodeadas sempre das mesmas moscas.
O que faz com que depois quando por milagre um dia alguém até atira cá para fora um bom filme “perfeitamente normal” como foi por exemplo ( o esquecido mas excelente )  “KISS ME” de António da Cunha Telles depois as pessoas não o vão ver às salas quando estreia porque já ninguém confia no que sai do cinema nacional. Afinal isto não é Espanha…
Quando se ouve falar em Cinema tuga, pensamos logo em obras iluminadas essencialmente Lisboetas ( com tudo o que de referências isso acarreta porque Portugal ainda é só Lisboa mesmo ); obras carregadas de metáforas e simbolismos inteligentes e em que por exemplo alguém conta pintelhos numa banheira ( é Arte ).
A palavra –“cultura”- tem que vir sempre ligada ao que se financia por cá e com a pior conotação possível atribuída logo de início. A coisa chegou ao ridiculo de em Portugal se ter feito um filme às escuras ! Um Filme sem imagem como o mítico “BRANCA DE NEVE” que não passou de uma verdadeira anedota intelectualoide tipicamente à Portuguesa e que levou ao orgasmo a malta das instalações artísticas cinéfilas deste país à beira mar naufragado na altura.
Sim, amigos leitores do Brasil, os Portugueses da minha triste santa terrinha da treta fizeram um filme sem imagem há uns anos atrás.
Put…pura genialidade !

Orbita-9_20 Orbita-9_01

Cinema mainstream fabuloso como a série de terror Espanhola, “REC.” ( oh não que horror, filmes com mortos vivos ), como o extraordinário “PLANETA 51” ( filmes de bonecos para putos, coisa banal ) ou como “EL BAR“, “LA COMUNIDAD“, “EL ORFANATO“, “ABRE LOS OJOS” e tantos outros títulos ligados a um certo tipo de cinema fantástico na linha de Guillermo Del Toro por exemplo, que tão bem se fazem há anos em Espanha com excelentes resultados de público parecem não ter chegado para que alguém mais atento aqui pelas “Beiras”…de Portugal percebesse que por cá também se poderiam filmar boas histórias assim. Histórias que por serem mais directas não têm necessariamente que demonstrar serem títulos menos inteligentes ou serão menos objectos -“culturais”- só porque metem pelo meio uns mortos vivos ou umas naves.
Mas enfim, por cá será sempre mais bola…
Enquanto isso, Espanha com [“ORBITA 9“] atirou para fora em 2017 mais um excelente exemplo do tipo de cinema que demonstra também perfeitamente que se calhar para se rodar boa ficção científica actualmente nem sequer é preciso um investimento digno de um blockbuster de Hollywood nem nada, podendo ser conseguido com meios Hibéricos e boas ideias; ( tal como “STRANDED-NAUFRAGOS” também já o fez há mais de dez anos produzido por nuestros hermanos mais uma vez ).

Orbita-9_04 Orbita-9_39

[“ORBITA 9“] conta a história de Helena, que vive desde que nasceu a bordo de uma nave espacial em rota para um planeta a colonizar pela humanidade após termos dado cabo da Terra com a poluição do costume. Acontece que Helena viaja sozinha desde que a nave teve um problema na distribuição de oxigénio e os seus pais tiveram que se transferir para outra alternativa de forma a que Helena conseguisse completar com ar o percurso que a fizesse passar próximo do posto avançado seguinte e alguém pudesse reparar os danos no suporte de vida.

Orbita-9_25 Orbita-9_37

Helena conta os dias até que irá ver pela primeira vez um ser humano para lá dos seus pais desde que há três anos a deixaram sozinha a bordo.
Alex é o engenheiro enviado para solucionar o problema e claro que logo desperta por completo a atenção máxima da jovem que nunca tinha visto um homem antes. Inicialmente distante Alex e Helena acabam por se envolver e a partir daqui [“ORBITA 9“] entra por um novo registo que será algo inesperado para quem começar a ver este filme sem saber absolutamente nada sobre ele. Alex esconde um enorme segredo que irá mudar para sempre a vida da jovem astronauta e complicar os planos do controlo de missão na Terra, localizado em Espanha como não podia deixar de ser numa produção Espanhola.

Orbita-9_19 Orbita-9_33

Se não sabem nada sobre [“ORBITA 9“]  mantenham-se assim e não procurem saber mais sobre este filme para lá de concluirem a leitura deste meu texto. Afastem-se do IMDb, não vejam nenhum trailer, não procurem ler nenhum artigo sobre o filme e evitem toda a informação online possível.
[“ORBITA 9“] não será a história mais imprevisível do mundo mas é um daqueles contos de ficção científica que funcionará mesmo muito melhor se o espectador apanhar com este filme pela frente sem saber nada sobre ele e sem procurar ver mais qualquer coisa que não seja o cartaz.

Orbita-9_08 Orbita-9_41

[“ORBITA 9“] é uma excelente proposta Espanhola que anda algures entre um mix de ficção científica clássica ao melhor estilo Twilight Zone e um thriller moderno. Apesar da sua narrativa estar mais interessada em criar ambiente e suspense do que em espantar o espectador com acção ou efeitos especiais. E resulta.
[“ORBITA 9“] curiosamente é um daqueles títulos com uma atmosfera perfeita muito particular e que mantêm de certa forma o suspense mesmo quando vemos o filme uma segunda vez.

Orbita-9_34 Orbita-9_28

A história é simples mas muito boa, as interpretações são excelentes, tem bons personagens e como história de amor – young adult – evita muito bem toda a piroseira comum em Hollywood hoje em dia. [“ORBITA 9“] não é um clone do Twillight no espaço podem estar descansados.
Num certo sentido se calhar teria sido melhor que fosse. Isto porque [“ORBITA 9“] se tiver uma falha que lhe retira muitos pontos é o facto de conseguir cativar o espectador para o romance entre os dois jovens, desenvolver muito bem todo o suspense à volta do seu destino e construir uma óptima empatia com o espectador. E isto é uma falha porquê ?

Orbita-9_29 Orbita-9_09

Porque era melhor que não o tivesse feito tão bem. Isto porque mais uma vez depois do espectador investir emocionalmente naqueles personagens, depois [“ORBITA 9“] entra por mais outro daqueles finais semi-ambíguos e relativamente subjectivos que acabam por ser frustrantes para a audiência.
O final de [“ORBITA 9“] não será tão “incompleto” quanto o que podemos ver no fabuloso “THREE BILLBOARDS IN EBBIN MISSOURI” recentemente, mas sinceramente estou a começar a ficar farto de histórias que não apresentam uma resolução concreta no que toca ao destino dos personagens e isto é particularmente irritante quando um filme consegue até então criar uma empatia tão boa com quem está a acompanhar a história.
Depois chega ao final e quase que diz… “adivinhem vocês o que se passou a seguir”.
Não que [“ORBITA 9“] tenha um final extremamente ambíguo quando comparado com outros títulos dos últimos anos mas sinceramente esta história merecia uma conclusão menos subjectiva. Não para explicar coisas mas apenas para concluir a história. Esta moda de que parece que actualmente as histórias no cinema não têm que estar concluídas de forma concreta já me começa a irritar por demais.

Orbita-9_03 Orbita-9_07

De resto, apesar disso é mesmo uma excelente proposta que vale a pena acompanharem. O início é do melhor e apesar de a meio se tornar algo genérico no que toca ao suspense a verdade é que [“ORBITA 9“] tem mesmo bons personagens que compensam plenamente as fragilidades do conceito. Bom vilão também.
Além disso consegue ser uma daquelas histórias em que nunca sabemos bem o que irá acontecer a seguir, pois se isto tem uma coisa boa por aqui é também o facto do filme ser uma produção europeia e sendo assim não tem que obrigatoriamente seguir as regras de Hollywood no que toca ao destino dos personagens.

Orbita-9_14 Orbita-9_12

Se gostam de boas propostas de ficção científica espreitem [“ORBITA 9“]. Consegue com poucos meios criar um bom cenário futurista ( com alguma inspiração Blade Runner por momentos onde não faltam os neons pela noite chuvosa ), em termos de efeitos não precisa deslumbrar e mesmo assim tem ainda um bom set design para o interior da nave que não fica nada atrás do que vemos em produções mais caras.
Vale a pena verem esta proposta Espanhola.

——————————————————————————————————

CLASSIFICAÇÃO

Um bom filme de ficção científica de baixo orçamento que joga muito bem tanto com a sua força como com as suas fragilidades e dá ao espectador uma boa história logo desde o início.
Vale a pena passarem por este universo sci-fi made in Espanha; até porque vos garanto que de Portugal nunca sairá um título do género com esta qualidade.
Nunca. Afinal nós por cá fazemos cinema a sério !!

Quatro Planetas Saturno

   

Só não leva mais um porque já estou farto de finais ambíguos subjectivos e este é mais um daqueles em que parece que o argumentista não sabia bem como terminar a história e decidiu entrar pelo típico : – os espectadores que imaginem o resto.
Irritante.

A favor: o ambiente, os personagens, os cenários, a simplicidade da história, a banda sonora, a fotografia.

Contra: outro final subjectivo ambíguo daqueles que já começam a chatear.

——————————————————————————————————

NOTAS ADICIONAIS

TRAILER
ATENÇÃO : *SPOILERS* *SPOILERS* * SPOILERS*
Não vejam este trailer se não sabem nada sobre o conceito do filme
, nem procurem saber nada sobre ele antes de o verem. Não leiam mais nada na internet, não visitem o IMDb, não vejam qualquer clip ou apresentação antes de ver “ORBITA 9” e irão gostar mais dele.

 

——————————————————————————————————

COMPRAR BLURAY EDIÇÃO ESPANHOLA
Esta é a edição que eu comprei em Espanha e tem uma qualidade de imagem e som do melhor. Bom making of tambem que embora muito curto tem mais conteúdo interessante que muitos outros de longa duração.
Legendas em inglês e espanhol.

BLURAY

https://www.amazon.es/%C3%93rbita-9-Blu-ray-Clara-Lago/dp/B073HYRD32/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1520096264&sr=8-1&keywords=orbita+9

——————————————————————————————————

IMDb
*SPOILERS*Não visitem ainda o IMDb se não sabem nada sobre o conceito do filme e ainda não o viram.

imdb

https://www.imdb.com/title/tt3469798

——————————————————————————————————————

Se gostou deste, poderá gostar de :

capinha_spacestation 76 capinha_solaris capinha_hangar-18 capinha_cargo capinha_MISSIONS.jpg stranded04 capinha_PASSENGERS.jpg

———————————————————————————————

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s