“DRAGON NEST” (“Dragon Nest: Warriors’ Dawn”) Yuefeng Song (2014) China

Se espreitarem a minha review para [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] no IMDb, hão de notar que lhe atribuí a incrível classificação máxima de 10 estrelas.
Muita gente pensará que fiquei maluco, pois o que não faltam por aí são animações muito superiores tecnicamente ou no que quer que seja. Como raio me atrevi a dar uma nota tão alta a este filme no Imdb quando nem sequer aqui lhe irei atribuir a nota máxima ?
Bem, é tudo uma questão de contexto.
Passo a explicar.

FinalPoster

[“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] quando comparado com o que de melhor se faz com muito dinheiro, se calhar não vale mesmo uma classificação tão alta.
A mim surpreendeu-me precisamente porque [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] não sendo uma produção de orçamento milionário atinge mesmo assim alguns patamares de qualidade ao longo de toda a narrativa; patamares esses, que se calhar nem precisaria de atingir se o objectivo fosse apenas o de criar um desenho animado para vender aos putos em dvd mais tarde.

dragon nest24 dragon nest29

Não só este filme consegue ter momentos de grande adrenalina como consegue o impossível de contar uma história com personagens interessantes de acompanhar, sem se desviar um milímetro do típico cliché Dungeons & Dragons que já vimos mil vezes e que normalmente é logo garantia de que o resultado será um lixo.
Surpreendentemente não desta vez !
O que na minha opinião, torna [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] num excelente exemplo de como se calhar pode haver bons resultados até mesmo com uma história já vista mil vezes.

dragon nest16 Dragon Nest-12

Está tudo na execução; principalmente na realização e este caso é particularmente interessante, pois a ultima coisa que eu esperava quando comecei a ver isto é que uma animação de segunda linha com um argumento já mil vezes batido e ainda por cima baseado num videogame fosse alguma coisa de jeito. E muito menos fosse apelativo para adultos.

dragon nest26 Dragon Nest-03

MMORPG

Sim para quem não sabe, [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] é baseado num popular mmorpg chinês chamado precisamente “Dragon Nest” e que eu próprio joguei algumas vezes online durante algum tempo. Não costumo ter tempo ou paciencia para videogames online (e detesto jogar em computador), mas este “Dragon Nest” cativou-me pelo aspecto gráfico, pois desde o início sempre criou um mundo de fantasia bastante baseado num estilo de desenho animado que me atrai particularmente enquanto ilustrador.

Dragon Nest-18 Dragon Nest-21

Foi precisamente esse mesmo estilo visual a fazer lembrar um livro de contos ilustrados, que me fez ir espreitar o filme quando descobri que existia. Isso e o facto de ser uma produção de animação chinesa.
Apesar de também contar com capital americano, a execução é essencialmente made-in-china e logo isso deu a [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] um estilo diferente daquilo que estamos habituados a ver no típico cinema de animação ocidental ou saído de hollywood.

dragon nest15 Dragon Nest-11

Numa altura em que a maioria das produções de fantasia, particularmente em desenho animado segue sempre a mesma história já vista milhares de vezes, na verdade eu não esperava grande coisa quando comecei a ver o filme, mas logo desde os primeiros minutos houve algo que notei de especial nele.
O que me chamou a atenção foi precisamente o facto de [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] ser um filme de acção intensa e totalmente non-stop desde o inicio. Normalmente isto é logo sinónimo de grande seca e repetição constante, mas desta vez o que achei extraordinário logo desde os primeiros minutos é que a acção não estava lá apenas para impressionar mas serviu principalmente como veículo narrativo para contar a história. E isso é muito dificil de se fazer. Mais ainda é haver verdadeiro desenvolvimento de personagens enquanto as cenas de porrada mais caóticas acontecem no ecran.

Dragon Nest-07 Dragon Nest-08

A STORYBOOK STORY

Resumindo, logo desde o início [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] surpreendentemente não me pareceu de todo um filme vazio, destinado apenas a entreter as crianças.
Havia aqui algo muito interessante para agarrar o adulto que gostasse de cinema e principalmente o adulto que se interessar por ilustração pois o conteúdo visual desta história é particularmente fascinante pelo seu estilo storybook ao longo de toda a aventura.

dragon nest17 Dragon Nest-04

É verdade que a história deste filme é tudo menos original, os personagens são todos sem excepção apenas o típico cliché do D&D ou dos jogos de MMORPG, mas surpreendentemente funcionam muito bem desta vez pois quem dirigiu isto sabe perfeitamente como tirar partido daquilo que parece banal a uma primeira visão.
É quase como se esta animação tivesse sido realizada por um bom director de actores que percebe que a magia não está apenas nos efeitos ou nas cenas de aventura mas principalmente nos personagens.
Surpreendentemente [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] contém personagens com grande carísma e era a última coisa que eu esperava.

dragon nest31 dragon nest06

Cada uma das suas personalidade cliché está muito bem integrada na narrativa central e cada desenvolvimento de personagem marca um ponto importante na história, serve como reviravolta ou apresenta uma revelação importante. Se isto não tivesse sido assim, um filme como este teria sido uma seca infantil descomunal, pois de certeza que teriam apresentado os poderes da cada personagem, apresentavam a missão e depois o resto seria uma sucessão de cenas de porrada estilo D&D intermináveis até ao confronto final com o vilão do costumo e pronto, the end.
Não em [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”].

dragon nest04 dragon nest20

A ACÇÃO CONTA A HISTÓRIA

Em [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] as cenas de acção são a cola que une toda a estrutura da história. Não só funciona, como  vão evoluindo até se tornarem absolutamente extraordinárias pela adrenalina que conseguem transmitir, especialmente nas cenas de grande batalha. Todas as cenas de acção são diferentes, muito imaginativas em termos de coreografia e acima de tudo muito bem realizadas; tudo ajudado por uma montagem excelente que se calhar passa despercebida.

Dragon Nest-14 Dragon Nest-20

Pode-se dizer que [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] é um verdadeiro filme de acção e muito cinema live-action deveria aprender aqui como se usam cenas de porrada pura e dura para fazer avançar uma história sem precisar de ser uma parvalheira sem qualquer conteúdo ao pior estilo Michael Bay por exemplo.
Tomara muito cinema de Hollywood saber usar a acção como esta quase anónima produção de médio orçamento chinesa o sabe fazer.
Nenhum fotograma se perde e tudo tem um propósito na narrativa da aventura mais estereotipada que vocês alguma vez poderão ver tão bem estruturada.

dragon nest03 Dragon Nest-06

Isto é um filme muito bem planeado meus amigos.
Pode parecer apenas mais outro filme para criancinhas mas [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] é realmente um produto comercial muito bem realizado.
A última coisa que eu esperaria de um filme animado obscuro baseado num videogame que nem sequer é particularmente popular por estas bandas.
Foi um dos melhores filmes de acção que vi no ano passado e não estava nada à espera disto.
Na verdade já ando para recomendar esta aventura há muitos meses por aqui, mas queria voltar a ver o filme para ter a certeza que não tinha imaginado coisas.
Desde lá já o revi quatro vezes e continua a divertir-me plenamente com as suas qualidades. Sendo assim estava na altura de o recomendar por cá.

dragon nest18 Dragon Nest-15

Em [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] todos os personagens criam uma empatia com o espectador e realmente nos importamos com eles em todas as cenas de batalha em que se envolvem pois nada nos garante que não morram a seguir e isso foi uma das coisas que mais gostei nesta produção animada. Ainda estou a tentar perceber como os criadores desta animação que mal tem 80 minutos conseguiram encontrar forma de dotar os bonecos com tanta vida. Especialmente quando em pelo menos 85% do filme temos cenas de acção e aventura carregadas de adrenalina e humor.
À primeira vista não haveria espaço para desenvolvimento de personagens no sentido mais tradicional, onde normalmente a acção pára para que aconteçam momentos de exposição e no entanto não é pelos personagens que este filme iria afundar. Quem filmou isto sabe como contar uma história.

dragon nest12 Dragon Nest-10

CINEMA ORIENTAL NO SEU MELHOR

[“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] é mais um bom exemplo de como o cinema oriental sabe criar personagens realmente humanos que criam verdadeira empatia com o espectador e contam com um carisma absolutamente natural até quando não passam de bonecos animados como é o caso. O cinema oriental mostra bem como se criam personagens com que nos importamos, até mesmo quando estes são um dragão que mal tem um par de linhas de diálogo para dizer.

dragon nest32 Dragon Nest-16

No seu todo, acho que [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] é um excelente filme de fantasia. Não tem um pingo de originalidade no que toca ao conceito ou a sua história, mas o que faz, faz mesmo muito bem e a sua originalidade está em conseguir fazer tudo resultar de uma forma que nos diverte e surpreende pela qualidade que foi aqui atingida mesmo quando tudo parece não passar de mais um daqueles desenhos animados destinados aos dvds de promoção no fundo das prateleiras em supermercados.
[“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] devia ser um versadeiro case study de como se cria cinema de acção com alma independentemente de ser animação ou não.

dragon nest28 Dragon Nest-02

Os personagens são variados, os ambientes são perfeitos e apesar de não ter muita variedade ou mostrar um mundo muito grande, ainda conta com um par de boas paisagens de fantasia que ficam no olho e na memória pois em termos de design [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] soube ir buscar o melhor do estilo visual do jogo e expandir os melhores elementos o melhor que o seu orçamento o permitiu certamente.
No entanto em termos de geografia, sente-se alguma limitação, isto porque o seu mundo de fantasia parece muito bonito mas na maioria das vezes sentimos que estamos apenas a ver alguns vislumbres de um universo mais vasto que merecia ter sido mostrado e nunca nos é aberto como deveria ou merecia ter sido. Restrições de orçamento certamente.
De qualquer forma, eu adorei.
Só há uma coisa neste filme que eu detestei.
O final abrupto.

dragon nest14 Dragon Nest-05

WTF ?!

Estava a divertir-me à brava com isto, esperando por um epílogo final realmente impactante que tivesse a ver com todo o tom do filme quando de repente…ACABOU !
[“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] acaba de uma forma tão repentina que sinceramente pensei que isto seria o primeiro episódio de uma série televisiva qualquer.
Soube agora ao preparar-me para esta review, que já existe uma sequela, pois o filme parece ter sido um sucesso lá pela China. Óptimo !
Review da sequela para breve.

dragon nest22 dragon nest23

Muito provavelmente se procurarem por este filme irão apenas a versão dobrada em Inglés quando o seu original é em Mandarim. Na verdade a versão inglesa não me chateou particularmente. É diferente da original, mas ambas têm os seus pontos altos e baixos e ambas funcionam melhor numas alturas do filme do que outras. Neste caso será portanto uma questão de escolha. Se encontrarem a versão chinesa original , óptimo; se virem apenas a versão dobrada em inglés também não será por aí que deixarão de apreciar este pequeno filme que provavelmente passou ao lado de muita gente.
Até porque lembrem-se , [“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] é uma produção chinesa e não é anime japonês.

Dragon Nest-19 Dragon Nest-17

Embora contenha óbvias influências de vários sítios , o facto deste filme não ser nem japonês nem americano, faz com que tenha um estilo diferente daquele que estamos habituados a ver e quanto a mim isso é excelente.

——————————————————————————————————————

CLASSIFICAÇÃO:

[“Dragon Nest: Warriors´Dawn”] é um excelente filme de fantasia para quem procura cinema do género, independentemente de ser desenho animado ou não e independentemente de ter a história menos imaginativa de todos os tempos.
Consegue superar tudo isso para nos dar uma aventura de animação que não irá aborrecer os adultos de morte (se se interessarem por fantasia) e ao mesmo tempo irá agradar às crianças.

Cinco Planetas Saturno

  

Tudo o que faz, faz muito bem e não precisava de o ter feito para ser um produto comercial rentável. Dizem que a sequela já não tem a mesma magia… a ver vamos… 😉

A favor: usa a acção para criar desenvolvimento de personagens e fazer avançar a história, os personagens são excelentes e criam grande empatia com o espectador, a história parece básica como o raio mas contém bons momentos de humor (até para adultos) que a fazem destacar-se da comum banalidade que encontramos neste tipo de aventura para crianças.
Boa animação (num estilo diferente), adoro o estilo gráfico e a cor, bons cenários, aventura divertida e um filme muito boa onda em todos os aspectos.

Contra: acaba de repente, algumas pessoas no IMDb parecem não perceber que animação de qualidade não tem que ser sempre igual ao que a Pixar faz e não há mal nenhum por o estilo visual de um filme se parecer com o que existe no video game original. Se para vocês o bom cinema não pode passar sem uma história original esqueçam este pois não tem um pingo de originalidade no seu argumento. Sente-se que o mundo de fantasia poderia ter sido mais mostrado no ecrã e no entanto as paisagens grandiosas são sempre algo limitadas talvez devido à falta de orçamento para criar mais detalhes para este mundo.

—————————————————————————————————————

NOTAS ADICIONAIS:

TRAILER

—————————————————————————————————————

IMDb
http://www.imdb.com/title/tt2911342

—————————————————————————————————————

Comprar em Bluray 2 em 1 na Alemanha numa edição com os dois filmes.
Legendas em Inglés.

https://www.amazon.de/gp/product/B077Y829QZ/ref=ox_sc_act_title_2?smid=A3JWKAKR8XB7XF&psc=1

Comprar em Bluray só este primeiro filme com legendas em Inglés.
https://www.amazon.de/Dragon-Nest-Chroniken-Altera-Blu-ray/dp/B0711YBYG2/ref=pd_bxgy_74_img_2/261-1780846-5221111?_encoding=UTF8&pd_rd_i=B0711YBYG2&pd_rd_r=144ca7aa-3947-11e9-bff0-f5df5dbf7aa4&pd_rd_w=Q1zSk&pd_rd_wg=uvIf2&pf_rd_p=1ee75a10-e7c2-423a-9362-8396fcd2b687&pf_rd_r=7E3D198765D1KVPGB1DV&psc=1&refRID=7E3D198765D1KVPGB1DV

——————————————————————————————————————

Se gostou deste filme vai gostar certamente de:

capinha_KIKI capinha_TOTORO capinha_conan.jpg capinha_5-cm-per-second

——————————————————————————————————

 

“A Chinese Tall Story” ( “Ching din dai sing” ) Jeffrey Lau (2005) China

À partida não era para abordar este filme aqui no blog para já; mas tendo em conta o contexto do que tenho estado a recomendar deparei-me com o facto de que antes de prosseguir com o resto, falar agora de [“A CHINESE TALL STORY“] seria incontornável pelo simples motivo de que esta terá sido a primeira adaptação moderna para “A JOURNEY TO THE WEST”; que se trata essencialmente do principal poema/texto épico mítico da literatura Chinesa, estando para a China como os Lusíadas estão para nós em Portugal.

A CHINESE TALL STORY_01B

ÉPICO MILENAR

[“A CHINESE TALL STORY“] é por isso incontornável agora aqui no meu plano de divulgação destes filmes porque por fazer parte de “A JOURNEY TO THE WEST” apesar de ser uma produção já com alguns anos e não ter nada a ver com filmes mais recentes não deixa por isso de funcionar como uma espécie de primeira-semi-versão ou de semi-prequela/história-semi-paralela para “THE MONKEY KING” e “THE MONKEY KING 2 : The Legend Begins” que são eles próprios também uma nova adaptação de outro segmento desses textos clássicos; pois há muito por onde escolher nesta obra que já conta com mais de mil anos.

A CHINESE TALL STORY_12 A CHINESE TALL STORY_27

Se calhar para perceberem logo melhor a ideia, desta vez sugeria que começassem por espreitar aqui o videozinho antes de continuarem a ler o meu texto.
Só para ficarem melhor preparados… psicológicamente.

[“A CHINESE TALL STORY“] é muito bem capaz de ser um filme brilhante porque actualmente ainda nos parece pior do que já parecia quando saiu e por isso ganhará imediatamente um estatuto de culo junto de quem conhece bem o género da Fantasia Chinesa baseada na estrutura dos contos populares Chineses e que nada têm a ver com a fórmula D&D (Dungeons & Dragons) ocidental.
O filme já conta com mais de dez anos e foi uma das primeiras boas tentativas do moderno cinema Chinês para começar a utilizar CGI de forma a poder finalmente recriar visualmente toda aquela overdose de imaginação que existe no seu épico que faz o nosso Lusíadas parecer um artigo de jornal em comparação.

A CHINESE TALL STORY_30 A CHINESE TALL STORY_10

E atenção: Por ser um filme do período inicial em que se tentou dar uma roupagem moderna a esta saga antiga que já tinha sido filmada inúmeras vezes por métodos tradicionais, [“A CHINESE TALL STORY“] tem ainda aquela atmosfera por demais infantil, onde tudo é “rídiculo” e o filme mais parece ser para um público de 6 ou 7 anos do que outra coisa qualquer; até porque foi essa a tradição na abordagem a este material durante décadas dentro do cinema e televisão Chinês.
Por exemplo até “THE MONKEY KING” de 2014 ainda tem imensas dificuldades em escapar da fórmula e não se percebe bem para que público aquilo terá sido filmado.
THE MONKEY KING 2 : The Legend Begins” por outro lado, já se define mais como um produto de aventuras para um público mais velho e terá sido talvez a primeira abordagem “mais crescida” a este mesmo material já em 2016.
Entrem por isso para [“A CHINESE TALL STORY“] como se estivessem prestes a ir assistir a um episódio dos Teletubies, ou dos Power Rangers televisivos talvez, pois se tentarem ver isto num contexto moderno ocidental de cinema de aventuras para o grande público poderão ficar um bocado em estado de choque.

A CHINESE TALL STORY_18 A CHINESE TALL STORY_06

PS-ONE RENDERS

O problema é que quando [“A CHINESE TALL STORY“] estavamos mesmo nos primórdios do que o CGI poderia fazer e como tal também devido à própria natureza algo histérica da narrativa que este filme tinha planeada a coisa não poderia ter corrido bem desde o início; a técnologia simplesmente ainda não estava lá e até quando o filme saiu no cinema os próprios efeitos já tinham sido ultrapassados pela geração de renders CGI seguintes numa altura em que a animação de computador estava a evoluir de filme para filme e notavam-se enormes diferenças por vezes em produções apenas com meses de diferença.

A CHINESE TALL STORY_23 A CHINESE TALL STORY_37

Por causa disto, [“A CHINESE TALL STORY“] é de certa forma um produto do seu ano (2005) ; e não sei até se será o melhor mau filme de efeitos especiais de todos os tempos.
Embora uma coisa é certa, é sem sombra de dúvida a aventura de Fantasia mais exagerada do universo !
Mas é mau ?
Bem…não.
Talvez.
Ou talvez não.
Como descrever isto…

A CHINESE TALL STORY_08

Pensem num cruzamento entre  “Dragon Ball” e os “Power Rangers” e adicionem uma pitada de “Captain Power & the Soldiers of the Future” com elementos de “Star Wars”.
Misturem tudo a duzentos á hora numa overdose absolutamente louca de animação CGI com a qualidade de uma Playstation ONE ou com sorte PS2 em alguns momentos e poderão ter uma microscópica ideia do que [“A CHINESE TALL STORY“] é enquanto filme.
Ou se calhar até não.
Este é um daqueles que é preciso ver para (não) crer.
E antes que perguntem, não, isto não é um desenho animado mas sim um filme normal. Acho.

A CHINESE TALL STORY_36 A CHINESE TALL STORY_34

Critica-se e com razão, o actual cinema americano mais comercial por não passar de uma colecção de efeitos especiais para divertir adolescentes mas…
Acreditem-me, ao pé deste filme os americanos são uns amadores; até mesmo quando recentemente tentaram entrar pelo género narrativo do cinema Chinês com resultados de crítica injustamente desastrosos não conseguiram atingir o nível de histerísmo visual que [“A CHINESE TALL STORY“] mostrou originalmente.

A CHINESE TALL STORY_28 A CHINESE TALL STORY_11

A MODERNIZAÇÃO CINEMATOGRÁFICA DO CONTO DE FADAS CHINÊS

De certa forma este filme inventou um género. Ou pelo menos foi o primeiro ( com bom orçamento para isso ) a popularizar o novo método de se filmar um Conto de Fadas Chinês. E acreditem-me… não há outro método.
Por muitos enjôos que isso cause nas audiências modernas; que… por outro lado deviam mas era estar caladas no que toca a histerismos visuais já que a “chaga” “Transformers” já vai em cinco filmes e tudo e há de certeza alguém que continua a esgotar salas com aquilo; provavelmente os mesmos que depois falam cobras e lagartos de filmes como este ou entraram pelo hype negativo a dentro quando se tratou do recente “GODS OF EGYPT” de Alex Proyas tão incompreendido aqui pelo ocidente.
No entanto é verdade, [“A CHINESE TALL STORY“] contém tantos efeitos especiais, mas tantos efeitos especiais que vocês nem vão acreditar no que estão a ver ao longo de duas extenuantes, mas (por vezes)  divertidas horas.

A CHINESE TALL STORY_14 A CHINESE TALL STORY_22

BOLLYWOOD, EPILÉPSIA E VÓMITO MULTI COLORIDO

E já lhes falei no número músical de dança indiana (com Indianos a sério) ao mais clássico estilo Bollywood que abrem o filme?…
Sim eu sei que isto é suposto ser um filme Chinês.
Não me perguntem… E podem fechar as essas bocas de espanto porque ainda não viram nada.
Se há uma coisa que lhes posso garantir sobre [“A CHINESE TALL STORY“] é que este filme apanha o espectador totalmente desprevenido e só o larga quando acaba.
O filme ataca-nos os sentidos em…bem, todos os sentidos.

A CHINESE TALL STORY_44 A CHINESE TALL STORY_42

Agarra-nos os olhos, espreme-nos o cérebro e se o estiverem a ouvir em som surround preparem os ouvidos.
E já agora convêm mesmo terem um saquinho de papel à mão no caso da velocidade das psicadélicas e muito coloridas sequências de acção os fazer digamos…enjoar. Não estou a brincar. Nem fazem ideia do que os espera.
[“A CHINESE TALL STORY“] é o filme perfeito para se oferecer áquela pessoa que detestamos e que por acaso até sofre de epilépsia.
Nunca ninguém irá suspeitar…

Podem por isso esquecer também todas as convenções a propósito de ritmo narrativo para se contar uma história. Nunca vão ver uma narrativa cinemática tão rápida quanto esta.
Em meia hora de filme [“A CHINESE TALL STORY“] contém mais história, desenvolvimentos, personagens e twists do que toda a saga do “Star Wars” somada a qualquer trilogia do “Homem Aranha” !
E por falar em Homem Aranha…
Conto, não conto ?…
Não conto. Vocês também não me iriam acreditar de qualquer maneira.
O melhor é verem o filme.

A CHINESE TALL STORY_07 A CHINESE TALL STORY_29

BEFORE STAR WARS CAME TO BEING

Mas afinal do que trata [“A CHINESE TALL STORY“] ?
Bem a sua publicidade original vinda directamente da China assentava nesta frase:
A connection with other galaxies even before “Star Wars” came into being: a love story that is out of this world.
Como já referi por demais; [“A CHINESE TALL STORY“] baseia-se então numa narrativa clássica da literatura Chinesa e adapta livremente um segmento de um dos seus quatro livros referentes à saga milenar intitulada –  “Journey to the West“.

A CHINESE TALL STORY_03b

Essencialmente o bocadinho que poderão agora ver em [“A CHINESE TALL STORY“] ;  ( tal como aconteceu no recente “THE MONKEY KING 2”  de 2016 ) narra a história de como o Monge Tripitaca começou a vaguear pelo mundo na sua demanda para tentar completar as 81 tarefas sagradas atribuídas por um benovelente Bhudda após inúmeras aventuras que são agora narradas e as quais me recuso a descrever porque como já disse a história presente neste filme é tanta e passa a tal velocidade pelos nossos olhos que poderia ficar aqui até amanhã a tentar fazer um resumo justo do que poderão ver acontecer neste colorido e excêntrico filme de aventuras oriental.

 

Sendo assim o que dizer de tudo isto ?
Este filme certamente não agradará a todos, mas na verdade é tanta a tentação de classificá-lo como terrivelmente mau, que este imediatamente se torna bom.
Tal como aconteceu recentemente com o muito substimado e ocidental “GODS OF EGYPT” depende mesmo muito das referências que o espectador possua para poder apreciar o que vai ver pelo contexto específico do estilo de fantasia proposto. Depende muito do espírito com que se entra na coisa.

A CHINESE TALL STORY_20 A CHINESE TALL STORY_15

Até de um ponto de vista cultural explorarem este ou qualquer outros dos inúmeros filmes “Journey to the West” que foram produzidos ao longo dos anos ( até na era pre-CGI ) pela Cinematografia Chinesa vale a viagem mesmo.
Consta que este tipo de filmes de Fantasia Chineses que adaptam episódios da saga “Journey to the West” são bastante fieis ao conteúdo imaginativo dos textos originais e por isso já que nenhum de nós estará própriamente a pensar ler as mais de 10.000 páginas que constam deste épico escrito há mais de mil anos, se calhar os filmes até serão uma boa opção para mergulharmos neste universo fascinante e totalmente desconhecido aqui no Ocidente.

 A CHINESE TALL STORY_45

E não se surpreendam se encontrarem por aqui, naves espaciais, mundos alienígenas, dimensões paralelas, estações espaciais em órbita da Terra, batalhas com raios laser, “stormtroopers” e muitos “Vimaanas/Tie Fighters/Death Stars” ao melhor estilo Indiano também pois os textos para além de terem pontos em comum entre as várias culturas daquela parte do mundo, contêm ainda um manancial de conceitos que hoje associamos à space-opera moderna , mais particularmente a Star Wars mas no entanto ( sem o público ocidental moderno ter conhecimento )  já existiam de forma plena nestes textos Chineses que supostamente serão apenas narratívas míticas com uns bons milhares de anos em cima.
Uma vez na vida uma tag publicitária acertou no contexto daquilo que promove.
[“A CHINESE TALL STORY“] tem realmente : A connection with other galaxies even before “Star Wars” came into being.

A CHINESE TALL STORY_35 A CHINESE TALL STORY_40

CGI-ECSTACY-FANTASY-BAD-TRIP

Por outro lado, [“A CHINESE TALL STORY“] técnicamente tem realmente muitos erros e muitas fraquezas, até porque afinal não se esqueçam que foi um dos primeiros a tentar modernizar o Conto Popular Chinês no cinema pelo uso do CGI e acho que isso entusiasmou por demais os seus criadores que não souberam conter-se perante as possíbilidades.
Por isso a minha classificação aqui deverá ser vista mais como estando de acordo com aquela categoria do – tão mau que se torna genial – pois seria injusto classificar [“A CHINESE TALL STORY“] de outra forma ou noutro contexto.
Aqui estamos mesmo a falar em filme de culto. Por isso esqueçam as suas “qualidades cinéfilas” pois isso não interessa mesmo nada para o caso.

A CHINESE TALL STORY_24 A CHINESE TALL STORY_19

Poderá ser mau cinema de acordo com os padrões ocidentais, pois a montagem é do piorio, os visuais parecem saídos de uma animação render de um jogo da Playstation One, as sequências de acção são de um exagero que só visto, a história é tanta e avança tão rápidamente que a meio do filme já nem nos importamos com o argumento, a love-story perde-se no meio de tudo isto ( tornando-se inesperadamente banal e sem qualquer interesse contráriamente ao que costuma acontecer com o bom cinema romântico origianl ) e a banda sonora é alucinante para não fugir à regra como se tivesse saído de uma rave-party com Ecstacy a mais, mas no entanto…
No entanto se aceitarem as regras do jogo e deixarem o cérebro á porta, [“A CHINESE TALL STORY“] pode ser uma experiência única e muito divertida.

A CHINESE TALL STORY_21 A CHINESE TALL STORY_38

PONTOS POSITIVOS

E como nem tudo é tão mau como parece, o filme tem na realidade até algumas coisas boas.
Senão vejamos…
Imaginação não lhe falta e é realmente um cruzamento muito divertido entre um filme de Fantasia oriental com uma Space-Opera moderna ao estilo Star Wars embora cheia de ingenuídade.

A CHINESE TALL STORY_33 A CHINESE TALL STORY_32

E surpreendentemente, apesar de tudo, quando existem pausas nos momentos de esquizófrenia visual ao longo do filme [“A CHINESE TALL STORY“] contém momentos poéticos visualmente muito bem conseguidos por entre paisagens fabulosas e algum desenvolvimento de personagens.
Nesses instantes podemos ter um vislumbre daquilo que o filme poderia ter sido se o realizador tivesse seguido um outro caminho mais tradicional e quase que somos forçados a gostar mais do que vemos tornando uma apreciação critica desta obra algo dificil de fazer.
Sendo assim e já que tem mesmo que ser…

——————————————————————————————————————

CLASSIFICAÇÃO

Se querem ver cinema com “C” grande, esqueçam, vejam antes o Casablanca.
No entanto se tiverem um espírito aberto a experiências cinematográficas fora do comum e quiserem ver um filme de (maus) efeitos especiais que não vão esquecer [“A CHINESE TALL STORY“] tão cedo para bem e para o mal, não podem errar muito se passarem umas horas com este filme. Desde que não sofram de epilépsia.
Quem pensa que um filme como Kung-FuZão de Stephen-Chow foi um delírio visual tem aqui algo que o irá surpreender.
Lembrem-se apenas de que isto é já de uma época em que o CGI moderno começava a dar os primeiros passos por isso percebam o contexto visual da coisa e dêem-lhe o desconto que merece na apreciação.
E é o filme perfeito para quem gosta do Dragon Ball também. Talvez até demais…

Três Planetas Saturno com alguma reserva…

  

Se calhar merecia mais…( ou menos ), mas neste momento não consigo chegar a qualquer conclusão definitiva coerente.
Não se esqueçam de espreitar “THE MONKEY KING” (2014) e “THE MONKEY KING 2 : The Legend Begins” (2016) para ficarem a conhecer mais uns bocadinhos da saga “JOURNEY TO THE WEST” Chinesa.

A favor: a originalidade e a lata de se fazer um filme assim, as magnificas paisagens que percorrem toda a história, a grande imaginação do ambiente de fantasia,  excelente design de produção, a fotografia que faz o melhor que pode no meio de tanto CGI,  o estilo “turkey” série B feito com efeitos especiais a condizer e o nunca se levar a sério apesar de tudo.
E já lhes falei no Homem Aranha ?

Contra:  a overdose de (maus) efeitos especiais pode ser demais para algumas pessoas, o ritmo ultra acelerado da narrativa que nos faz pensar que já vimos duas horas de filme quando ainda nem passou meia hora, a love-story não emociona o espectador e deveria ser o coração do filme, os personagens são de cartão e um vazio absoluto, excesso de estilo Dragon Ball.

——————————————————————————————————————

NOTAS ADICIONAIS

TRAILER CHINÊS 1


——————————————————————————————————————

TRAILER CHINÊS 2


——————————————————————————————————————

A CHINESE TALL STORY_02

Sugiro que espreitem os dois videoclips oficiais, pois mostram muito melhor o ambiente do filme do que qualquer outra promoção.


——————————————————————————————————————

——————————————————————————————————————

COMPRAR DVD NA PLAY ASIA

A CHINESE TALL STORY_01B

http://www.play-asia.com/paOS-13-71-7k-77-2-49-en-15-a+chinese+tall+story-70-17jd.html
Dois discos DVD, região Zero, DTS mágnifico, pilhas de extras e tudo legendado em inglés, inclusivamente o comentário audio que vale mesmo a pena nem que seja para se ler que desculpa tem o realizador para um filme tão inclassificável quanto este.

——————————————————————————————————————

A CHINESE TALL STORY_01

IMDb
http://www.imdb.com/title/tt0469050/

——————————————————————————————————————

Capa da edição DVD no Brasil.
Sim porque ao menos por lá não parace ser como cá em Portugal e pelo que tenho visto o cinema oriental estará mais bem divulgado e tudo…mesmo que seja (agh) dobrado em PT/BR …

BR

——————————————————————————————————————

Se gostou deste irá gostar de:

The Promise capinha_Themonkeyking inha_THE MONKEY KING 2.jpg

——————————————————————————————————

Quan qiu re lian (Love in Space) Tony Chan – Wing Shya (2011) China

Vi [“LOVE IN SPACE”] pela primeira vez quando este saiu em 2011 e lembro-me que apesar de me ter deixado uma primeira impressão muito boa, na altura não pensei em atribuir-lhe a nota excelente que desde já posso dizer que este filme irá receber agora.
E sim… o cartaz é um bocado… ehmm … … coiso …

LOVE IN SPACE_01

Eu juro que isto mete muitos momentos de ficção científica…
Really !
A procura por filmes românticos orientais na altura em que descobri [“LOVE IN SPACE”], tal como hoje estava em alta no meu outro blog de cinema oriental e achei que deveria procurar por mais bons exemplos com este tipo de romances; até porque a cinematografia daquela parte do mundo para mim continua a ser a melhor que existe na forma como imaginam e contam as suas histórias de amor; sempre com muita alma, personagens vivos e poesia quanto baste.
Até mesmo na ficção-científica.
Portanto agora já que comecei a tentar combater aquela ideia muito tuga de que a ficção-científica segundo alguns não pode ser  sobre histórias de amor a julgar pela recepção que o fabuloso “PASSENGERS” teve das audiências neste nosso Portugal à beira mar naufragado;  lembrei-me então de ir buscar uma coisa ao meu blog de cinema oriental para lhes recomendar algo realmente especial mais ou menos na mesma onda.
Sendo assim, na minha opinião nada melhor do que lhes falar hoje sobre este  [“LOVE IN SPACE”] até porque é mais um que usa uma banal história romântica como pano de fundo para nos dar algumas das melhores cenas no espaço que vi também nos últimos tempos.

love in space 03 Quan qiu re lian15

Curiosamente aconteceu-me com este titulo o mesmo que me aconteceu com “NATURAL CITY”. Ou seja, também da primeira vez que vi [“LOVE IN SPACE”], gostei mas achava que lhe faltava qualquer coisa para ser verdadeiramente especial.
O problema é que o raio do filme insistia em não me sair da cabeça ao mesmo tempo que me esquecia facilmente do que tinha visto de cada vez que o revia. No entanto de cada vez que o revia ficava a gostar mais do filme e na verdade não tenho qualquer explicação lógica para isto.

love in space 01 LOVE IN SPACE_04

Se calhar é porque [“LOVE IN SPACE”] é uma verdadeira manta de retalhos de pormenores com histórias entrecruzadas e a própria estrutura faz com que nos esqueçamos facilmente do que vemos semanas depois.
Por outro lado não é assim tão complicado mas há aqui qualquer coisa de verdadeiramente mágico neste pequena grande produção Chinesa…que sabe-se lá porquê durante anos eu tinha na ideia que era Sul Coreana…
Talvez porque o estilo de filme que encontramos aqui normalmente tem mais a ver com o cinema romântico Sul Coreano do que com o cinema Chinês; as histórias de amor Chinesas costumam ser normalmente muito sérias, trágicas e melancólicas enquanto na Coreia do Sul até daquilo que à partida parecem apenas comédias desmioladas para teens conseguem retirar romances inesquecíveis.

love in space 09 Quan qiu re lian11

[“LOVE IN SPACE”] é por isso um daqueles filmes verdadeiramente felizes.
Muito provavelmente será juntamente com “TOTORO” de Myiazaki um dos filmes mais felizes e positivos que alguma vez vi.
[“LOVE IN SPACE”] é realmente um filme com um tom de felicidade constante fantástico e que se recomenda sem a menor sombra de dúvida como cura imediata para qualquer dia mais sombrio que vocês possam ter nas vossas vidas. É uma daquelas histórias que pode combater momentos de depressão apenas pelo seu visual e colocar um sorriso nos lábios do espectador quando acaba deixando-nos já com saudade dos personagens.

love in space 20 Quan qiu re lian12

Como comédia, se calhar curiosamente não contém momentos particularmente hilariantes, mas tem inúmeras sequências mesmo muito divertidas e tem o condão de numa única história conseguir equilibrar quatro tipos de clichés românticos que se cruzam e descruzam em personagens e situações paralelas que o espectador acompanha com imenso prazer sem conseguir escolher um segmento preferido.

love in space 21 Quan qiu re lian13

Desde a pura comédia alucinada ao melhor estilo Sul Coreano que raramente se encontra no cinema romântico Chinês que como já referi costuma ser bem mais sério e sombrio até à aventura de ficção-científica numa versão quase cartoon e em conceito divertidamente percursora do filme “Gravity”, nada falta em [“LOVE IN SPACE”] para entreter o espectador.

Quan qiu re lian10 love in space 18

Na primeira história; a mais velha de três irmãs (astronauta) encontra-se numa estação orbital e tem o azar de ter como único colega de missão o seu ex-namorado o que leva a discussões sucessivas e gags non-stop em gravidade zero que são dos momentos mais espectaculares do filme pois os efeitos especiais em [“LOVE IN SPACE”] são absolutamente perfeitos e nada ficam a dever ao melhor que se faz em Hollywood.
As cenas em gravidade zero são fantásticas e parecem totalmente realísticas aproveitando certamente muito bem a experiência que os Chineses têm em trabalhar com arames de suspensão ao longo de tantas décadas de cinema de artes-marciais.
Como não podia deixar de ser, o espectador também contar com sucessivas referências a “2001 Odisseia no Espaço” claro está, tudo em modo muito divertido e cheio de ambiente.

love in space 22 LOVE IN SPACE_02

A segunda história; tem como protagonistas a irmã do meio que é totalmente germofóbica passando a vida a limpar tudo até á exaustão por causa dos virús que pode apanhar e que um dia vê o seu mundo stressar por completo quando conhece um rapaz que trabalha na recolha de lixo.
A partir daqui já estão a ver o que se sucede com estes dois personagens; que, na minha opinião têm uma das melhores químicas românticas dos últimos tempos neste tipo de cinema e protagonizam alguns dos momentos mais divertidos do filme também.
Com especial destaque para a sequência em que os dois se vestem de cupido para tentarem ganhar um passatempo num programa de rádio. Ele com asas feitas de cartão retirado do lixo e ela com asas feitas de luvas médicas á prova de germes.

love in space 13 Quan qiu re lian14

A terceira história; tem a ver com a irmã mais nova que é uma espécie de mega-estrela do cinema chinês mas que nem mesmo assim se livrou de receber o prémio para a pior actriz do ano.
Para combater isso, resolve preparar-se muito bem para o próximo filme onde iria fazer de criada e portanto procura arranjar um emprego num café para tentar experenciar uma vivência real.
Claro que por lá encontra um rapaz por quem se apaixona e por isso vocês já estão a ver o resto, até porque a rapariga está proíbida pelo agente de se envolver românticamente com quem quer que seja. Etc, etc, etc…
Este segmento é o mais tradicional de todas as pequenas histórias de amor, é o mais “sério” (mas não esperem um drama) e é aquele que mais se assemelha ao tipo de cinema romântico que vemos sair da Coreia do Sul e até do Japão.
( A actriz neste segmento é “Angela Baby” que vocês provavelmente viram na recente sequela para “Independence Day” onde protagonizou a piloto Chinesa ).

love in space 14 LOVE IN SPACE_09

A quarta história; envolve a mãe das três raparigas, viúva e cujo o cunhado a ama em segredo desde que esta, décadas atrás casou com o irmão deste, tendo o tio ficado solteiro para sempre por não ter tido coragem de se declarar quando eram novos.
Esta ao início parece ser o ponto fraco das histórias, mas garanto-vos que chegarão ao final do filme cativados por estes personagens mais maduros e que no fundo acabam por centralizar todo o enredo.

love in space 10 Quan qiu re lian19

Portanto muitos de vocês já estarão a dizer aí desse lado que já vimos isto mil vezes e portanto qual é a piada deste filme ?
Bem, [“LOVE IN SPACE”] para além do ambiente feliz que transmite é um daqueles filmes que está cheio de pormenores e muitos vocês só irão notar a uma segunda ou terceira visão tal como aconteceu comigo. É uma verdadeira tapeçaria de pequenos momentos que encaixam perfeitamente uns nos outros, com um ritmo fantástico e um timing para a comédia perfeito. Nunca tenta ser um filme daqueles para nos fazer apenas rir e consegue equilibrar tudo com personagens excelentes de que ficamos a gostar e temos pena de abandonar na cena final.

love in space 06 LOVE IN SPACE_08

Visualmente é absolutamente perfeito. O design gráfico e conceptual deste filme deve ser do melhor que me lembro de ter visto num produto do género, talvez desde o fabuloso ( mas intensamente dramático ) “Koizora – Sky of Love”.
As cores em [“LOVE IN SPACE”] estão cuidadas ao pormenor e nada é deixado ao acaso para criar a atmosfera certa para cada segmento que se torna visualmente único dentro de um filme que poderia facilmente ter descambado numa confusão visual demasiado abstracta mas tal nunca acontece.

love in space 08 Quan qiu re lian20

As cenas no espaço são fabulosas, o design e a iluminação nas sequências dentro da estação espacial são realmente do melhor e quase do outro mundo mesmo. Tudo  complementado por um cenário tecnológico perfeito e onde depois a própria banda sonora se encarrega de criar o resto da magia.
Antes que me esqueça, o uso da música neste filme é quase um personagem à parte, por isso recomendo vivamente que o vejam com a melhor qualidade audio possível pois [“LOVE IN SPACE”] depende muito da música para nos remeter para o seu universo único e entusiasmante.

love in space 05 _MG_6210.JPG

As histórias são simultâneamente passadas no espaço, na China e na Australia e cada segmento tem o seu tratamento visual próprio.
As cenas na Austrália com o par romântico mais alucinado criam uma versão da realidade urbana deliciosamente simpática e cheia de momentos mágicos, ( onde nem falta uma referência a “Manhatan” Woody Allen com a inevitável ponte em plano de fundo e os amantes no banco de jardim ).
As cenas na China são as mais nocturnas e talvez as mais encantadas até porque têm por base a ilusão do cinema na história de amor dos personagens e mais uma vez o uso da banda sonora é fundamental para criar uma envolvência com o espectador.

love in space 12 LOVE IN SPACE_03

Mas o que este filme tem mesmo é COR !
Há muito tempo que não via algo com uma paleta de cores tão bem explorada e esse detalhe é também aquilo que mais contribui para o ambiente ligeiro e descontraído destas histórias. [“LOVE IN SPACE”] é um filme absolutamente luminoso em muitos sentidos.
Em todos os sentidos na verdade.
Não será propriamente original nas suas histórias de amor, mas que raio, clichés há em todo o lado. O que seria do cinema de terror sem os tiques habituais que já vimos mil vezes mas que resultam sempre se forem bem geridos ? Porque haveria de ser problemático no cinema romântico ?…

love in space 25 Quan qiu re lian13

Também aqui agora neste tipo de histórias de amor totalmente fofinhas, o cerne da questão não está na ideia, mas sim na sua execução e na minha opinião [“LOVE IN SPACE”] faz tudo muito bem e destaca-se por ser um produto único acima de tudo pela sua identidade visual mas também porque como romance consegue colocar no écran quatro histórias e em todas elas o espectador ganha uma empatia total com os personagens e o seu destino.

love in space 23 Quan qiu re lian16

Ainda por cima mesmo com todos os clichés consegue até ter algum suspanse, sabe-se lá como.
Portanto na minha opinião este é um dos produtos românticos mais bem cozinhados dos últimos anos e um filme obrigatório para quem procura cinema oriental do género.
Ainda por cima não tenta ser mais do que é. Não se leva mais a sério do que deveria, não entra em dramatismos de pacotiha excessivos e nem precisa de nos atirar com a habitual tragédia/desgraça com uma doença qualquer  sempre tão popular no cinema romântico oriental para nos conseguir emocionar.

Quan qiu re lian17 LOVE IN SPACE_05

Está tudo na forma como [“LOVE IN SPACE”] sabe criar empatia com o espectador e posso garantir-vos que usam todos os truques e mais alguns de uma forma fantásticamente bem orquestrada que resulta em pleno para quem quiser deixar o cérebro á porta e simplesmente se divertirem com o tipo de histórias que já vimos mil vezes, mas que se calhar nunca viram apresentadas de uma forma tão feliz e colorida como scontece agora nesta produção chinesa onde toda a gente está de parabéns.

love in space 17 Quan qiu re lian18

Quanto a coisas “negativas”…se vocês não podem com aquele estilo ultra-fofinho oriental, se calhar é melhor passarem á frente pois este filme é cute ao máximo a um nível de meter vómito.
Também houve alguém na net que disse que o filme não presta porque os astronautas não se comportam como astronautas reais e as cenas no espaço não são científicamente credíveis…what ?!!
Lá vamos nós à mesma treta nerdica das picuinhices “científicas” que algum público parece achar essencial para considerar um filme de ficção-científica como mau ou bom…
Deixem-se de tretas.
Eu nunca parti para [“LOVE IN SPACE”] pensando que este pretendesse ser o “2001 Odisseia no Espaço” !
Isto não é suposto sequer ser um filme de ficção-científica julgo eu; pelo menos no sentido mais nerd e como tal, deixem o cérebro á porta e divirtam-se pois se gostam de cinema romântico oriental , este é um daqueles filmes que não devem perder de todo; em particular se gostaram tanto de “PASSENGERS” quanto eu gostei, embora sejam estilos muito à parte.

love in space 02 LOVE IN SPACE_07

E sendo assim vamos lá então passar ao que interessa. E lá vou eu ter que atribuir outra nota máxima a mais um filme também. Mas este merece por ser uma proposta verdadeiramente única muito bem contruída com tudo e mais alguma coisa que já viram mil vezes antes noutros tipos de filmes.
Os ingredientes perfeitos, para o resultado perfeito.

—————————————————————————————————————

CLASSIFICAÇÃO

Uma das melhores comédias românticas que vi em anos recentes e um daqueles filmes que ganha a cada nova visão.
Portanto se não se assustarem com a falta de originalidade nas histórias de amor e não se importarem com a overdose cute presente em cada frame, têm aqui em [“LOVE IN SPACE”] um produto muito simpático.
Acima de tudo contem com um filme intensametne feliz totalmente coerente dentro do seu próprio universo pessoal e que nunca se torna estúpido, forçado ou ridículo pois sabe equilibrar de forma perfeita o que tem para oferecer.
Portanto e para evitar que eu mais tarde volte aqui para repensar novamente a minha classificação [“LOVE IN SPACE”] leva também a minha classificação máxima, pois de cada vez que o revejo, mais gosto dele porque fico sempre muito bem disposto e com vontade de criar coisas.

Cinco Planetas Saturno e um Gold Award

     

Mesmo apesar de ter sido realizado por duas pessoas e ser uma manta de retalhos com várias histórias por todo o lado o espectador nunca sente que está a ver um filme fragmentado. É ultra comercial sim senhor, mas é ultra comercial com imenso carisma e grande qualidade que se recomenda vivamente a quem quiser passar um par de horas divertidas no espaço e não só.

A favor: O ambiente feliz, o design e iluminação de todas as cenas, a coerência entre todas as histórias mesmo sendo tudo tão dividido e aparentemente isolado, está cheio de gags divertidos e variados por todo o lado, a realização, a forma como a música é usada para nos fazer criar empatia com os personagens, os efeitos especiais são fabulosos, consegue apesar de tudo ter suspanse em alguns momentos mesmo quando já vimos o filme (?) várias vezes, a realização é excelente, a química entre todos os casais é simplesmente perfeita.

Contra: O trailer é fraquinho pois não consegue transmitir a verdadeira atmosfera das histórias por detrás do ambiente caótico de cartoon, é o tipo de filme que aquele pessoal que odeia atmosferas cute e fofinhas ao estilo oriental vai odiar de morte. I love it !

—————————————————————————————————————

Já agora se procuram por mais sugestões românticas orientais neste blog, em termos de carisma de personagens recomendo vivamente que espreitem também “ALREADY TOMORROW IN HONG KONG” ou o igualmente fabuloso “5 CM per SECOND“e claro dento da fc, os fabulosos, “IL MARE“, “CYBORG SHE“, “BE WITH YOU” e o indispensável “NATURAL CITY” por exemplo; entre outras sugestões românticas mais tradicionais que poderão encontrar neste blog ou no meu outro site sobre cinema oriental.

—————————————————————————————————————

NOTAS ADICIONAIS:

TRAILER

—————————————————————————————————————

COMPRAR EDIÇÃO HONG-KONG na PLAY-ASIA
Outro daqueles filme muito difíceis de encontrar em Dvd e estranhamente ainda mais complicado de o encontrar em Blu-Ray e não se entende porquê pois o visual deste filme está mesmo a pedir um tratamento de 1080P no máximo dos máximos.

DVD.jpeg

Encontra-se em dvd na minha loja chinesa favorita, mas não faço ideia da qualidade desta edição em concreto.
http://www.play-asia.com/love-in-space-paOS-13-49-en-70-4hn5.html
—————————————————————————————————————

IMDb
http://www.imdb.com/title/tt1856038

—————————————————————————————————————

Imagens da rodagem.

Behind the scenes

Behind the scenes2

Behind the scenes3

Não vou colocar nenhum link para download pois estes nunca tardam em desaparecer e não pretendo deixar que o blog se inunde de broken links como já tenho muitos por aqui. De qualquer forma é só procurarem o filme em Torrents que o encontram facilmente. ;)

——————————————————————————————————————

Filmes semelhantes de que poderá gostar:

capinha_my-sassy-girl capinha_5-cm-per-second capinha_AlreadyHONGKONG Il Mare Be With You capinha_natural-city capinha_cyborg_she capinha_PASSENGERS

——————————————————————————————————————